sábado, 3 de agosto de 2013

(Recebam o Beijo de Deus e AMÉM) Godsmack.


O Godsmack é uma banda de metal alternativo/post-grunge que surgiu em Lawrence, Massachusetts em 1995. A banda hoje é composta pelo vocalista/guitarrista Sully Erna (Que era baterista de uma banda de thrash metal chamada Strip Mind), pelo guitarrista solo Tony Rombola, pelo baixista Robbie Merrill e pelo baterista Shannon Larkin (Que também tem um passado vindo do thrash metal, pois já foi baterista do Wrathchild America/Souls of Zero, além de ter tocado com bandas fora desse ramo, como Ugly Kid Joe e Candlebox). A banda é bastante reconhecida por toda EUA, contendo 20 hits no total, sendo dessas 20, 15 que já foram incluídas no top five da Billboard 200, e provando ser uma das bandas atuais que mais vendem CD's, mesmo com o advento da internet. Esse valor chega a mais de 20 milhões de álbuns vendidos.

Em Fevereiro de 1995, Sully Erna decide formar uma nova banda após ficar por mais de 23 anos tocando bateria, sendo um desses momentos no Strip Mind no começo dos anos 90. Essa nova banda se chamava The Scam, e era formada pelo próprio Erna nos vocais, Robbie Merrill no baixo, Lee Richards na guitarra e Tommy Stewart na bateria. A banda rapidamente trocou de nome para Godsmack após gravarem uma demo. Logo a banda passou a se apresentar em pequenos bares na região de Boston, fazendo com que músicas como Keep Away e Whatever já começassem a fazer muito sucesso naquela área.

(Nota do autor: Há duas histórias do por que a banda passou a se chamar Godsmack. A primeira está em uma entrevista de 1999 com Sully Erna, e ele cita que riu da cara de alguém que tinha uma herpes labial e que no dia seguinte, ele também estava com uma e que alguém disse que era como se deus tivesse beijado Erna só por diversão. A outra história está em um dos DVD's da banda, e nele, o baixista Robbie Merrill cita que foi por causa de "God Smack", uma música do Alice in Chains que é encontrada no álbum Dirt.)

Logo, em 1996 Tony Rombola e Joe D'Arco se juntaram a banda como guitarrista e baterista (Respectivamente) após Lee Richards sair da mesma por saber que tinha um filho de 6 anos para cuidar e após Tommy Stewart sair por diferenças pessoais. Naquele mesmo ano, a banda entra em estúdio pela primeira vez para gravar seu primeiro álbum da carreira, chamado de All Wound Up. O álbum foi gravado em três dias e custou 2.600 dólares. O álbum foi lançado pela gravadora independente EK Records em Julho de 1997.

(Nota do autor: Devido a tamanha raridade desse álbum, há pouquíssimas informações sobre o mesmo. Uma delas seria de que o CD praticamente contém duas versões. Uma contém o CD bônus onde contém o single Whatever separado do CD original. Já outra versão tem o mesmo single como a última faixa do CD, tocando após Voodoo e sua faixa escondida, Witch Hunt, que por um acaso, também deixei separada.)


Godsmack - All Wound Up (1997)
1. Moon Baby
2. Immune
3. Time Bomb
4. Keep Away
5. Situation
6. Stress
7. Bad Religion
8. Get Up, Get Out!
9. Now Or Never
10. Goin' Down
11. Voodoo
12. Witch Hunt
13. Whatever

Pegue aqui!

Durante dois anos, a banda fez diversos shows pela área de Boston. Eventualmente o CD pararia nas mãos de um famoso DJ da rádio WAAF-FM chamado simplesmente de Rocko, o que alavancou as vendas do mesmo, graças a música Keep Away sendo tocada constantemente por lá.

Aquilo chamou a atenção de algumas grandes gravadoras. A banda escolheu assinar com a Republic Records, subsidiária da Universal. Durante essa fase, o baterista Joe D'Arco foi demitido da banda, sendo substituído pelo primeiro baterista da banda, Tommy Stewart, que expressou vontade de voltar a tocar com Sully e cia. O primeiro álbum da banda, All Wound Up, foi eventualmente remasterizado por Andrew Murdock e com leves modificações na tracklist, foi lançado em Agosto de 1998 sob o próprio nome da banda: Godsmack.


Godsmack - Godsmack (1998)
1. Moon Baby
2. Whatever
3. Keep Away
4. Time Bomb
5. Bad Religion
6. Immune
7. Someone In London
8. Get Up, Get Out!
9. Now Or Never
10. Stress
11. Situation
12. Voodoo


O álbum foi bem-recebido pela crítica e garantiu um bom sucesso a banda, vendendo bem (Mesmo sendo retirado depois das lojas por causa de seu conteúdo lírico bastante forte, sendo posto depois com um selo de "Parental Advisory"). O álbum contém quatro singles: Whatever, Keep Away, Voodoo e Bad Religion, todos eles sendo bem-sucedidos (Os três primeiros possuem vídeo-clipes). A banda começou sua primeira turnê contendo a banda do comediante Jim Rose Circus abrindo para eles. Após o lançamento do álbum a banda também fez diversos shows em clubes, além de tocar em dois festivais de grande renome: O Ozzfest e a polêmica e última edição do Woodstock de 1999. O álbum Godsmack conseguiu disco de ouro no ano de 1999, e em 2001 conseguiu 4 discos de platina.

Em 2000, a banda retorna a Massachusetts para gravar seu terceiro álbum de estúdio. Junto novamente do produtor Andrew Murdock, a banda opta por transformar um velho armazém localizado em Haverhill num estúdio de gravação. Contendo um som ainda mais sujo e não muito bem polido, o álbum Awake foi lançado em Outubro de 2000.


Godsmack - Awake (2000)
1. Sick Of Life
2. Awake
3. Greed
4. Bad Magick
5. Goin' Down
6. Mistakes
7. Trippin'
8. Forgive Me
9. Vampires
10. The Journey
11. Spiral

Pegue aqui!

Se com Godsmack, a banda deu eu primeiro passo ao sucesso no mainstream, com Awake a banda prossegue com força ao seu lugar ao sol. Apesar de seu som sujo, o álbum chegou ao n° 5 das paradas da Billboard e gerou três singles: Awake, Greed e Bad Magick (Os dois primeiros possuem vídeo-clipes). A banda logo parte pra turnê de divulgação do álbum, começando pela Europa dando suporte ao Limp Bizkit, além de participar de mais uma edição do Ozzfest daquele mesmo ano nos EUA.

Logo 2002 chega, e Erna recebe um pedido para gravar uma música para a trilha sonora do filme "O Escorpião Rei". A música que a banda compôs e gravou foi I Stand Alone, que foi ao n° 1 nas rádios de rock norte-americanas, sendo a mais tocada por 14 semanas consecutivas. A música também foi usada no jogo "Prince of Persia: Warrior Within". Mas I Stand Alone seria a última gravação da banda com o baterista Tommy Stewart, pois ele saiu da banda pela segunda vez, novamente alegando diferenças pessoais. Ele é substituído por Shannon Larkin. Com a banda novamente completa, os 4 retornam ao estúdio para completar o 4° álbum de estúdio. Escolhendo trabalhar com David Bottrill na produção, Faceless é lançado em Abril de 2003.


Godsmack - Faceless (2003)
1. Straight Out Of Line
2. Faceless
3. Changes
4. Make Me Believe
5. I Stand Alone
6. Re-Align
7. I Fucking Hate You
8. Releasing The Demons
9. Dead And Broken
10. I Am
11. The Awakening
12. Serenity


Certamente, Faceless é o álbum mais bem-sucedido da banda, debutando no n° 1 da Billboard 200, vendendo 269.000 cópias só na primeira semana de lançamento. O sucesso foi tanto que chegou a tirar o segundo álbum de outra banda famosa daquela época, o Linkin Park (O disco "Meteora" ficou no n° 2 graças a Faceless). O álbum gerou mais três singles depois de I Stand Alone ter sido lançado no ano anterior, 2002: Straight Out Of Line, Serenity e Re-Align. Faceless, apesar do sucesso com o público, recebeu resenhas mistas dos críticos: As resenhas positivas dizem que o álbum flui bem melhor do que Awake, mas que ainda mantém seu peso e raiva. Porém, as críticas negativas apontaram para as guitarras e os vocais de Erna, citando que não havia muito apelo pop que continha no primeiro álbum da banda, Godsmack. Para a turnê do álbum, a banda abriu os shows do Metallica na turnê "Madly In Anger With The World", depois, prosseguiu com sua própria turnê pelos EUA junto com o Dropbox, mas ainda prosseguia abrindo shows do Metallica.

Foi então que, em 2004, a banda decidiu fazer algo inusitado: Lançar um EP com canções acústicas. Gravando novamente com David Bottrill na produção, o EP The Other Side é lançado em Março de 2004.


Godsmack - The Other Side (EP) (2004)
1. Running Blind
2. Re-Align
3. Touché
4. Voices
5. Keep Away
6. Spiral
7. Asleep


O EP contém 4 releituras de músicas anteriores da banda, regravadas com violões e percussão, e 3 músicas inéditas: Running Blind, Touché e Voices. Touché tem como convidados especiais o primeiro guitarrista da banda, Lee Richards, e John Kosco, que na época era vocalista do Dropbox. Já Running Blind e Voices são músicas que Erna tinha escrito antigamente, mas que a banda nunca tinha gravado. A banda divulgou o EP em alguns shows acústicos no outono de 2004, mas logo a banda voltou a abrir shows do Metallica da turnê "Madly In Anger With The World" até o fim da mesma. Logo a banda prossegue com sua própria turnê até Outubro de 2005, quando a banda retorna ao estúdio para gravar o sucessor de Faceless. É a primeira vez desde Godsmack que a banda produz o álbum em um estúdio próprio de gravação.

Erna opta por produzir o próprio álbum junto com Andy Johns dessa vez, e indo para um caminho diferente dessa vez, o álbum IV é lançado em Abril de 2006.


Godsmack - IV (2006)
1. Livin' In Sin
2. Speak
3. True Enemy
4. Shine Down
5. Hollow
6. No Rest For The Wicked
7. Bleeding Me
8. Voodoo Too
9. Temptation
10. Mama
11. One Rainy Day


O álbum foi igualmente bem-sucedido, assim como Faceless, pois também debutou no n° 1 da Billboard 200, vendendo um pouco menos que o anterior (211.000 cópias na primeira semana de lançamento). O álbum gerou três singles, das músicas Shine Down, The Enemy e Speak. Para a turnê do álbum, a banda começou com algumas datas ao lado de Rob Zombie e Shinedown, além do Breaking Benjamin, que mais tarde se retirou da mesma, dando o lugar ao Soil. A turnê acaba na metade de 2007.
Para celebrar 10 anos de banda, o quarteto lança uma coletânea chamada Good Times, Bad Times... Ten Years Of Godsmack em Dezembro de 2007.


Godsmack - Good Times, Bad Times... Ten Years Of Godsmack (2007)
1. Good Times, Bad Times (Led Zeppelin Cover)
2. Whatever
3. Keep Away
4. Voodoo
5. Bad Religion
6. Awake
7. Greed
8. I Stand Alone
9. Straight Out Of Line
10. Serenity
11. Re-Align
12. Running Blind
13. Touché
14. Speak
15. Shine Down
16. The Enemy

Pegue aqui!

Após outra turnê acústica, a banda decidiu dar um tempo na atividade, voltando apenas em Novembro de 2008 com o anúncio de que se reuniriam para compor e gravar um novo álbum. No verão de 2009, a banda se juntou ao Motley Crüe para a turnê "Crüe Fest 2". Após a turnê, a banda começou a produzir o novo álbum. Junto do produtor Dave Fortman (Guitarrista do Ugly Kid Joe), o álbum The Oracle foi lançado em Maio de 2010.

(Nota do autor: A versão que eu tenho desse álbum é a versão de luxo, contendo três faixas bônus.)


Godsmack - The Oracle (2010)
1. Cryin' Like A Bitch
2. Saints And Sinners
3. War And Peace
4. Love-Hate-Sex-Pain
5. What If?
6. Devil's Swing
7. Good Day To Die
8. Forever Shamed
9. Shadow Of A Soul
10. The Oracle
11. Whiskey Hangover (Bonus Track)
12. I Blame You (Bonus Track)
13. The Departed (Bonus Track)


O álbum é considerado o primeiro álbum de hard rock a ficar no n° 1 das paradas da Billboard em 2010, vendendo 117.500 cópias só na primeira semana de lançamento e graças a isso, The Oracle é o terceiro álbum consecutivo a conseguir tal posição. O álbum foi no geral, bem recebido devido ao retorno definitivo as raízes e ao incrível peso. Contando com uma das faixas bônus (Whiskey Hangover) o álbum gerou quatro singles além desse: Cryin' Like A Bitch, Love-Hate-Sex-Pain e Saints And Sinners. Para promover o álbum, a banda fez entrevistas nas rádios e até mesmo fez um mini-documentário disponibilizado apenas na internet, com o making-of do álbum inteiro. Além disso, a banda disponibilizou aos poucos músicas do álbum no iTunes. Para as turnês, a banda começou sendo headliner no Mayhem Festival, junto com o Disturbed, além de novas datas nos EUA. A banda novamente entrou em estúdio em Janeiro de 2012 para mixar um álbum ao vivo junto de algumas gravações covers para um lançamento futuro e depois, se juntou ao Staind para uma nova turnê. Esse lançamento futuro se tornou o álbum duplo Live & Inspired, que foi lançado em Maio daquele mesmo ano.


Godsmack - Live & Inspired (2012)
CD 1:
1. Straight Out Of Line
2. Re-Align
3. Awake
4. Moon Baby
5. Changes
6. The Enemy
7. Keep Away
8. Speak
9. Voodoo
10. Batalla De Los Tambores
11. Whatever
12. Serenity
13. I Stand Alone

CD 2:
1. Rocky Mountain Way (Joe Walsh Cover)
2. Come Together (The Beatles Cover)
3. Time (Pink Floyd Cover)
4. Nothing Else Matters (Metallica Cover)


Em Fevereiro de 2013, Sully Erna anunciou que a banda daria novamente mais um tempo nas atividades e que um novo álbum do Godsmack só começaria a ser gravado no fim de 2013 ou no começo de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário