terça-feira, 15 de janeiro de 2013

(Momento "Carreira Solo") Jerry Cantrell.


Jerry Fulton Cantrell Jr. (Mais conhecido como Jerry Cantrell) é um guitarrista, cantor e compositor americano mais conhecido pelo seu trabalho no Alice in Chains como guitarrista, vocal de apoio/co-vocais principais e co-escritor.

Apesar do conhecido trabalho na Alice Acorrentada, Cantrell possui uma carreira solo muito bem sucedida, contando com dois discos em seu currículo.
Apesar de ter composto a trilha sonora do filme O Último Grande Herói em 1993, seu primeiro trabalho solo autêntico foi com a música Leave Me Alone para a trilha sonora do filme O Pentelho em 1996.



Jerry Cantrell - Leave Me Alone (Single) (1996)
1. Leave Me Alone
2. Leave Me Alone (Video Edit)


Ao longo dos anos em que o Alice in Chains ficava aos poucos inativo e o futuro da banda entrava em questão, Cantrell começou a trabalhar relutantemente em seu primeiro álbum solo, Boggy Depot, que seria lançado em 1998 pela Columbia Records.



Jerry Cantrell - Boggy Depot (1998)
1. Dickeye
2. Cut You In
3. My Song
4. Settling Down
5. Breaks My Back
6. Jesus Hands
7. Devil By His Side
8. Keep The Light On
9. Satisfy
10. Hurt A Long Time
11. Between
12. Cold Piece


O álbum conta com a participação de mais três baixistas além de Mike Inez (Que toca em Cut You In, Jesus Hands e Devil By His Side): Rex Brown do Pantera (Em Dickeye, My Song, Keep The Light On, Satisfy e Hurt A Long Time), John Norwood Fisher do Fishbone (Em Settling Down e Breaks My Back) e Les Claypool do Primus (Em Between e Cold Piece). O álbum contém instrumentos inusitados como órgão, piano e saxofone, além de muitos elementos country, cujo estilo musical fez parte da infância do guitarrista.
Cantrell logo formou a sua banda solo para promover o álbum. A formação nessa época contava com o guitarrista Chris DeGarmo (Ex-guitarrista do Queensrÿche), o baixista Nick Reinhardt (De uma banda chamada Old Lady Litterbug), o tecladista Chris Bowd (Ex-tecladista do Fishbone) e o baterista do Alice in Chains, Sean Kinney. Com essa formação, Cantrell começou a divulgar o álbum, acompanhando o Metallica na Poor Re-Touring Me Tour deles, junto também do Days Of The New. Boggy Depot fez um certo sucesso graças aos singles Cut You In e My Song. Um terceiro single, Dickeye, ficou pouco tempo nas paradas.

Mas naquele mesmo ano de 98, Cantrell começou a escrever secretamente as músicas para o próximo álbum, chegando a escrever 25 músicas em 4 meses onde ele permaneceu em isolação completa, saindo apenas para comer. O álbum teria a previsão de lançamento para o meio do ano de 1999. Ele escreveu mais duas músicas, que seriam Get Born Again e Died, ambas lançadas na coletânea Music Bank do Alice in Chains naquele mesmo ano de 99.

Cantrell decidiu formar uma nova banda solo, dessa vez com o baterista Mike Bordin (Na época, ex-integrante do Faith No More) e o baixista Robert Trujillo (Que na época tocava na banda de Ozzy Osbourne e entraria pro Metallica depois). Com uma nova banda solo, Cantrell tentou trabalhar com Dave Jerden (Que produziu os dois primeiros álbuns do Alice in Chains: Facelift e Dirt) mas depois de dois dias, ele foi demitido e Cantrell escolheu produzir o próprio álbum com a ajuda de seu amigo Jeff Tomei. O resultado foi Degradation Trip, lançado em 2002 pela Roadrunner Records.


Jerry Cantrell - Degradation Trip (2002)
1. Psychotic Break
2. Bargain Basement Howard Hughes
3. Anger Rising
4. Angel Eyes
5. Solitude
6. Mother's Spinning In Her Grave (Glass Dick Jones)
7. Hellbound
8. Give It A Name
9. Castaway
10. She Was My Girl
11. Chemical Tribe
12. Spiderbite
13. Locked On
14. Gone


Ao contrário do experimental Boggy Depot, Degradation Trip possui sons mais metálicos e sombrios que lembravam o Alice in Chains de antigamente, mas essa versão de Degradation Trip foi só a primeira versão que a Roadrunner obrigou Cantrell a fazer, selecionando apenas 14 das 25 músicas escritas e gravadas, com a promessa de que as outras 11 músicas seriam lançadas mais pra frente, dando resultado a segunda versão do álbum: Degradation Trip Volumes 1 & 2.


Jerry Cantrell - Degradation Trip Volumes 1 & 2 (2002)
CD 1:
1. Psychotic Break
2. Bargain Basement Howard Hughes
3. Owned
4. Angel Eyes
5. Solitude
6. Mother's Spinning In Her Grave (Glass Dick Jones)
7. Hellbound
8. Spiderbite
9. Pro False Idol
10. Feel The Void
11. Locked On
12. Gone

CD 2:
1. Castaway
2. Chemical Tribe
3. What It Takes
4. Dying Inside
5. Siddhartha
6. Hurts Don't It?
7. She Was My Girl
8. Pig Charmer
9. Anger Rising
10. S.O.S.
11. Give It A Name
12. Thanks Anyway
13. 31/32


Dois singles foram lançados desse álbum: Anger Rising e Angel Eyes. Anger Rising ganhou um vídeo-clipe e foi para as rádios, ao contrário de Angel Eyes que foi só para a rádio. Uma das faixas do álbum, She Was My Girl, entrou para a trilha sonora do filme O Homem-Aranha. Cantrell começou com as turnês com o novo álbum ainda sendo vendido para as gravadoras, em 2001. Com o suporte das bandas Comes With The Fall e Swarm, Cantrell recrutou o guitarrista do M.I.R.V., Brian Kehoe, Trujillo e Bordin para a nova banda solo. A Comes With The Fall (Que contava com o futuro novo vocalista do Alice in Chains, William DuVall) foi a única banda que continuou junto com a turnê de Cantrell, até mesmo participando de seus sets com músicas de sua antiga banda e músicas solo. Logo depois, no verão, o guitarrista começa uma outra turnê com o Nickelback (Chegando a arrancar diversos elogios e formando uma amizade com o grupo de Chad Kroeger) e mais tarde tocaria em algumas cidades com o Creed (Que por sua vez, foi criticado aborrecidamente pelo próprio guitarrista devido ao fato do desinteresse e da falta de simpatia de seus integrantes). Após essas turnês e a um show totalmente caótico no Edgefest no Canadá com o Sevendust, Cantrell faz mais uma turnê, e dessa vez com a banda californiana Mad At Gravity e com a banda brasileira Diesel abrindo seus shows.

Em 2003, houve rumores sobre a produção de um terceiro álbum solo de Cantrell, que seria lançado em 2006. Até os dias de hoje, esse álbum ainda não foi lançado devido ao retorno do Alice in Chains aos palcos com o vocalista William DuVall.

2 comentários: