terça-feira, 28 de maio de 2013

("Grunge Metal" de caminhoneiros!) Gruntruck.


Esse é o Gruntruck. Um quarteto de grunge/metal formado em Seattle, Washington, em 1989 por Ben McMillan (Na época, vocalista do Skin Yard) nos vocais e guitarra e Scott McCullum (Que também era do Skin Yard) na bateria. Apesar do Skin Yard estar a mais tempo na cena do que eles, os Gruntruck acabaram conquistando um sucesso maior com os fãs de heavy metal do começo dos anos 90 devido a banda se focar mais no "Lado Metal" da cena grunge de Seattle.

Como dito antes, o Gruntruck foi formado em 1989 por McMillan e McCullum, e depois se juntariam a formação o guitarrista Tommy Niemeyer (Que tocava no The Accüsed, uma banda de Crossover Thrash) e o baixista Tim Paul (Que tocou no Napalm Beach e no Final Warning). Aos poucos, entre os ensaios e shows esporádicos, a banda mostrava um potencial muito grande.

Logo 1990 chegou, e a banda decidiu gravar seu primeiro álbum. Com a produção de Jack Endino (Companheiro de Skin Yard do McMillan), o álbum Inside Yours foi lançado pela eMpTy Records em vinil naquele mesmo ano. Um ano depois, em 1991 o álbum foi relançado em CD e fita cassette com duas faixas bônus pela Roadrunner Records.


Gruntruck - Inside Yours (1991)
1. Not A Lot To Save
2. Crucifunkin'
3. Paint
4. Eyes Of Stone
5. So Long
6. Buried
7. Flesh Fever
8. Inside Yours
9. Move In Silence
10. Melt
11. Broken


O single Not A Lot To Save deu uma certa atenção a banda e ao disco, apesar da banda ter sido considerada na época "uma versão mais pobre do Soundgarden" pela crítica. A banda também apareceu numa coletânea chamada "Another Damned Seattle Compilation", uma coletânea contendo covers da banda The Damned feitos por outros artistas (Os Gruntruck fizeram uma cover de "Nasty"). A banda prosseguiu com as turnês até 1992. Agora, sob o contrato da Roadrunner Records, a banda retornou com dois produtores (Jack Endino e Gary King) para gravar o próximo álbum, Push. O álbum foi lançado pela Roadrunner em 1992.


Gruntruck - Push (1992)
1. Tribe
2. Machine Action
3. Racked
4. Crazy Love
5. Above Me
6. Gotta Believe
7. Break
8. Slow Scorch
9. Follow
10. Body Farm
11. Lose
12. Push


A banda conseguiu mais atenção com Push do que com Inside Yours, e o álbum conseguiu emplacar mais singles que são considerados clássicos dos anos 90: TribeCrazy Love e Above Me. A banda se juntou ao Alice in Chains para acompanhá-los na turnê de divulgação de seu segundo álbum, Dirt (Que contou também com a participação do Screaming Trees) e em 1993 a banda parte pra Europa com o Pantera (Que na época, divulgava e conquistava um tamanho sucesso com seu álbum "Vulgar Display Of Power"). O álbum Push também recebeu melhores resenhas devido ao fato da banda ter descartado muitas das semelhantes com o Soundgarden, encontrando seu próprio estilo. Apesar disso, a banda não prosseguiu com os shows até 1996, pois a banda entrou com uma batalha jurídica contra a Roadrunner para rescisão do contrato. Apesar da banda ter vencido a batalha e ter saído da Roadrunner, isso teve um custo muito alto para eles, pois três anos antes, o baixista Tim Paul e o baterista Scott McCullum haviam saído do grupo, sendo substituídos por Alex Sibbald e Josh Sinder (Sinder estava no TAD alguns anos antes). Com a nova formação, a banda grava mais um CD: Um EP de três faixas chamado de Shot, Illusion, New God e o lança pela Betty Records em 1996.


Gruntruck - Shot, Illusion, New God (EP) (1996)
1. Shot
2. Illusion
3. New God


Logo a banda volta com a antiga formação (Tim Paul no baixo e Scott McCullum na bateria) para continuar com os seus shows, mas dessa vez com um novo nome: Mona Diesel. A banda lançou um EP auto-intitulado em 1999 de forma independente. (Nota do autor: Eu infelizmente não tenho o CD do Mona Diesel, pois não o encontrei pra download. Se alguém tiver o link, mande o link nos comentários.)

Apesar dos shows enérgicos e ansiosos por Gruntruck, a banda decidiu não prosseguir mais e encerrou as atividades permanentemente em 2002, deixando para trás rumores de uma possível coletânea contendo raridades e demos não-lançadas em um futuro distante e sem a possibilidade de voltarem a ativa, pois um dos fundadores da banda, o vocalista/guitarrista Ben McMillan acabou falecendo de diabetes em 26 de Janeiro de 2008.

Um comentário:

  1. Muito bem, eu tenho Push,Shot y Betty em cd,parabens www.djlonchoradio.cl

    ResponderExcluir