sábado, 7 de setembro de 2013

(Momento "Primeira Onda do Post-Grunge" Parte 3) Candlebox.


Esse é o Candlebox, uma banda norte-americana de hard rock/post-grunge formada em Seattle, Washington, em 1990. Sua formação mais famosa conta com o vocalista Kevin Martin, o guitarrista Peter Klett, o baixista Bardi Martin e o baterista Scott Mercado. O Candlebox é considerado uma das primeiras bandas a pavimentar o caminho para o tão conhecido subgênero "Post-grunge" (Surgindo até mesmo antes do Foo Fighters!) e foi praticamente a primeira a misturar o hard rock com o grunge, como aconteceria com tantas bandas de post-grunge norte-americanas nos anos 2000.

Tudo começou em 1990. Kevin Martin (Vocalista) e Scott Mercado (Baterista) decidiram se juntar para formar uma banda. Mercado tocava antes em uma banda de trance rock chamada "Sky Cries Mary", mas ele tinha saído para apostar em algo diferente. Logo a dupla decidiu chamar o projeto de "Uncle Duke", mas no ano seguinte, decidiram mudar o nome para "Candlebox", baseado no trecho de uma música da banda australiana Midnight Oil, chamada de "Tin Legs And Tin Mines". Junto da mudança de nome, vieram o guitarrista Peter Klett e o baixista Bardi Martin para a banda, que já estava completa.

A banda, mesmo no comecinho, já era um pouco criticada pelos outros "grunges" pelo fato de considerarem suas músicas como um "grunge mais enfraquecido", mas isso não diminuiu a persistência da banda. Em 1992, a banda gravou uma fita demo de 8 faixas chamada simplesmente de Red Demo Tape. (Nota do autor: Eu mesmo criei a capa e a contracapa da demo, aproveitem!)


Candlebox - Red Demo Tape (1992)
1. Pull Away
2. Change
3. Far Behind
4. He Calls Home
5. Can't Give In
6. Cover Me
7. Rain
8. You


Graças as turnês incessantes, a fita demo logo fez seu caminho rapidamente até a Maverick Records (Gravadora cuja uma das fundadoras é Madonna) e logo a banda assina um contrato com a mesma em 1992. A banda começa a gravar seu primeiro álbum no London Bridge Studio em Seattle, produzindo em conjunto com Kelly Gray. Autointitulado Candlebox, o álbum é lançado em Julho de 1993.


Candlebox - Candlebox (1993)
1. Don't You
2. Change
3. You
4. No Sense
5. Far Behind
6. Blossom
7. Arrow
8. Rain
9. Mothers Dream
10. Cover Me
11. He Calls Home


Sendo muito aclamado pela crítica e principalmente, pelo público, Candlebox debutou no n° 4 das paradas da Billboard, gerando singles de grande sucesso como Change, You, Far Behind e Cover Me. Far Behind, na ocasião, foi o single mais bem-sucedido da banda, chegando ao n° 18 da Billboard e ficando nas paradas até Janeiro de 1994, recebendo 4 discos de platina. O tremendo sucesso de público e crítica levou o quarteto a fazer diversos shows nos EUA e até a ganhar uma vaga no line-up principal da penúltima edição do Woodstock, de 1994. A banda também ficou como suporte para o Living Colour e o Rush em alguns shows, além de ter substituído o Alice in Chains em algumas datas com o Metallica e o Suicidal Tendencies. Algumas dessas faixas ao vivo foram lançadas em dois bootlegs, um chamado de Both Ends Burning e outro chamado Keepers Of The Flame, em 1994.


Candlebox - Both Ends Burning (Bootleg) (1994)
1. Cover Me (Live Acoustic 09/17/94)
2. Bothered (Live Acoustic 09/17/94)
3. Change (Live At The Wiskey a Go-Go Club, LA 1994)
4. No Sense (Live At The Wiskey a Go-Go Club, LA 1994)
5. Far Behind (Live At The Wiskey a Go-Go Club, LA 1994)
6. Cover Me (Live At The Wiskey a Go-Go Club, LA 1994)
7. You (Live At The Wiskey a Go-Go Club, LA 1994)
8. Change (Live In Boston, MA 03/12/94)
9. No Sense (Live In Boston, MA 03/12/94)
10. Embryo (Live In Boston, MA 03/12/94)
11. Far Behind (Live In Boston, MA 03/12/94)
12. You (Live In Boston, MA 03/12/94)

   Pegue aqui!


Candlebox - Keepers Of The Flame (Bootleg) (1994)
1. Don't You
2. Mothers Dream
3. Change
4. Bother Me
5. Arrow
6. Cover Me
7. Pull Away
8. Racially Motivated
9. No Sense
10. Far Behind
11. Coming Down
12. You

Pegue aqui!

Devido ao crescente sucesso, o quarteto estava ansioso para prosseguir. Logo Kevin anunciou em uma entrevista de que o Candlebox tinha 36 músicas prontas para o sucessor de Candlebox. Voltando a produzir com Kelly Gray no London Bridge Studio de Março a Julho, o álbum Lucy só foi lançado em Outubro de 1995.


Candlebox - Lucy (1995)
1. Simple Lessons
2. Drowned
3. Lucy
4. Best Friend
5. Become (To Tell)
6. Understanding
7. Crooked Halo
8. Bothered
9. Butterfly
10. It's Amazing
11. Vulgar Before Me
12. Butterfly (Reprise)


Ao contrário do álbum anterior, Lucy foi recebido de forma mista pelos críticos e recebeu uma atenção mais tímida, mas não impediu de ser bem-sucedido também, graças aos singles Simple Lessons, Understanding e Best Friend. O álbum ganhou disco de ouro. A turnê começou com uma breve passagem pela Europa, mas logo a banda retorna pros EUA e começa novas turnês pela América do Norte junto de bandas como Our Lady Peace, Sponge e Seaweed. (Nota do autor: Eu consegui encontrar um bootleg de uma das apresentações feitas em 1996 dessa turnê, e é chamado simplesmente de Live On Palace.)


Candlebox - Live On Palace (Bootleg) (1996)
1. Arrow
2. Pull Away
3. Lucy
4. Understanding
5. Don't You
6. You
7. Simple Lessons
8. Far Behind

Pegue aqui!

Porém, em 1997, o baterista Scott Mercado deixa a banda por motivos desconhecidos e é substituído pelo primeiro baterista do Pearl Jam, Dave Krusen. Logo a banda retorna ao estúdio, mas dessa vez com um produtor diferente. Sob a produção de Ron Nevison (Que produziu diversos álbuns de bandas e artistas que vão desde Thin Lizzy até Ozzy Osbourne) o álbum Happy Pills foi lançado em Julho de 1998.


Candlebox - Happy Pills (1998)
1. 10,000 Horses
2. Happy Pills
3. Blinders
4. It's Alright
5. A Stone's Throw Away
6. So Real
7. Offerings
8. Sometimes
9. Step Back
10. Belmore Place
11. Breakaway
12. Look What You've Done


Apesar de terem lançado alguns singles do álbum, como It's Alright, 10,000 Horses e Happy Pills, o álbum foi praticamente ignorado pela crítica e conseguiu pouco sucesso. Os próximos meses de 1998 foram uma verdadeira tortura para a banda. Na metade daquele mesmo ano, uma veia sanguínea da garganta do vocalista Kevin Martin foi rompida e por causa disso, a banda teve que cancelar diversos shows. Meses depois, em Dezembro, a banda voltou a ativa e se juntou ao Aerosmith para a turnê Nine Lives. Mas o ano de 1999 se mostraria ainda mais turbulento, com a saída de Dave Krusen da banda. Ele logo é substituído por Shannon Larkin (Que tocava antes no Ugly Kid Joe e que mais tarde se juntaria ao Godsmack), mas pouco tempo depois, outra baixa: O baixista Bardi Martin também saiu, alegando que queria se focar na faculdade. Ele é substituído por Rob Redick (Ex-integrante do Dig).

Porém, a banda já estava infeliz com o contrato proposto pela Maverick e em 2000, a banda entrou em hiato, numa tentativa deliberada de encerrar esse contrato, segundo o próprio vocalista Kevin. A Maverick considerava até então o vocalista como o único integrante que ainda havia sobrado do Candlebox, porém, depois de dois anos de batalhas obrigando a banda a retornar para gravar um quarto álbum, Martin foi rescindido do contrato. A partir de 2007 até 2010, Martin não tinha recebido nenhum por cento dos royalties desde 2001 e não receberia até o lançamento do quarto álbum. Os outros integrantes, porém, recebiam royalties normalmente. Em 2005, Martin decidiu formar o The Hiwatts, enquanto que Peter Klett formou o redlightmusic.

Porém, em 2006, a Rhino Records anunciou que lançaria uma coletânea contendo os sucessos da banda. The Best Of Candlebox foi lançado em Maio de 2006.


 Candlebox - The Best Of (2006)
1. You
2. Blossom
3. Understanding
4. Simple Lessons
5. Best Friend
6. Arrow
7. Happy Pills
8. Far Behind
9. Change
10. Lucy
11. Cover Me
12. It's Alright
13. Sometimes
14. 10,000 Horses
15. Glowing Soul


O lançamento da coletânea permitiu que a banda retornasse com a formação original mais o guitarrista Sean Hennessy (Que tocou antes com Martin no The Hiwatts) naquele mesmo ano para uma turnê norte-americana que duraria de Julho até Outubro. Apesar do retorno, Bardi Martin saiu novamente da banda para se focar na sua carreira de advogado, permitindo que Adam Kury (Que trabalhou com Kevin Martin no The Hiwatts também) ocupasse seu lugar. Durante esse tempo, a banda começou a compor novo material, apesar de não estar em nenhuma gravadora. Produzindo com Ron Aniello (Que produziu discos do Days Of The New, Bruce Springteen e Lifehouse, dentre outros), o álbum Into The Sun foi lançado em Julho de 2008.


Candlebox - Into The Sun (2008)
1. Stand
2. Bitches Brewin'
3. Surrendering
4. Into The Sun
5. Underneath It All
6. Miss You
7. How Does It Feel
8. A Kiss Before
9. Breathe Me In (Intro)
10. Breathe Me In
11. Lover (Come Back To Me)
12. Consider Us


Contendo faixas tocadas por Dave Krusen e Scott Mercado, o álbum conseguiu críticas mistas, mas conseguiu boa recepção entre os fãs, graças aos singles Miss You e Stand, que tinha sido lançado antes do CD. A banda logo começou a turnê de divulgação do disco, passando por várias cidades norte-americanas, e chegando até mesmo a fazer um show para as tropas norte-americanas nas instalações militares no Kuwait e no Iraque. Uma das apresentações da turnê de Into The Sun foi lançada em CD e DVD pela Image Entertainment em Setembro de 2008 sob o nome Alive in Seattle.


Candlebox - Alive In Seattle (2008)
1. Arrow
2. Simple Lessons
3. Change
4. Blossom
5. Don't You
6. No Sense
7. Understanding
8. You
9. A Stone's Throw Away
10. Sometimes
11. 10,000 Horses
12. Best Friend
13. Happy Pills
14. Far Behind
15. Cover Me


Após fazer diversos shows com muitas bandas como Buckcherry e Royal Bliss, em 2012 a banda entra em estúdio novamente para produzir seu próximo álbum. Optando dessa vez, por trabalhar com Ken Andrews (Ex-integrante do Failure), além das 9 faixas inéditas, o quarteto regravou 5 de seus maiores clássicos e assim, lançou Love Stories & Other Musings em Abril de 2012 pela Audionest Records.


Candlebox - Love Stories & Other Musings (2012)
1. Youth In Revolt
2. Sweet Summertime
3. Believe In It
4. She Come Over Me
5. Turn Your Heart Around
6. Lifelike Song
7. Come Home
8. Baby Love Me
9. Them Eyes
10. Far Behind (Bonus)
11. You (Bonus)
12. Cover Me (Bonus)
13. Change (Bonus)
14. Simple Lessons (Bonus)

Pegue aqui!

Contendo o single Believe In It, o álbum teve a mesma reação do anterior, Into The Sun. A banda volta a estrada, chegando a fazer shows com bandas como Chevelle, Evanescence, Hellyeah, Three Days Grace, e até mesmo com o projeto paralelo de Kevin Martin e Sean Hennessy, o The Gracious Few, junto com integrantes do Live. E ainda, a banda anunciou que está fazendo uma turnê com o Hinder, e que um próximo álbum já está em processo de composição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário